Aprendizagem colaborativa: Quais os benefícios para o aluno?

aprendizagem colaborativa

COMPARTILHE!

Atualmente, a aprendizagem colaborativa tem sido habitualmente defendida no meio acadêmico, uma vez que se reconhece nessa metodologia a capacidade de promover uma aprendizagem mais dinâmica por meio do estímulo: ao desenvolvimento de capacidades de se relacionar, de comunicar e de negociar para resolver impasses; ao pensamento crítico; ao desenvolvimento da capacidade de autonomia do processo de aprendizagem.

Embora exista uma discussão mais recente, a aprendizagem colaborativa não é uma prática recente e resulta de diversas correntes do pensamento pedagógico. Dessas, ela enfoca as formas de aprender o que é ensinado tornam os alunos mais autônomos, conscientes, maduros, prudentes e responsáveis por sua própria aprendizagem. Por consequência, eles assimilam mais rapidamente conceitos, saberes e conhecimentos.

A aprendizagem colaborativa, assim, questiona o método tradicional e a própria concepção do que é ensinar, de como um conhecimento deve ser disseminado e como podem existir diversas formas de aprendizagem. Quer saber mais sobre isso? Continue a leitura!

O que é a aprendizagem colaborativa?

A aprendizagem colaborativa é uma metodologia diferente da tradicional, uma vez que se pauta na interação, participação e colaboração ativa dos estudantes. Além de incentivar a proatividade e a autonomia, há uma multiplicação da difusão do conhecimento.

Esse é um método que não se restringe às tradicionais salas de aula, ele também pode ser aplicado a outros contextos, tais como: palestras, workshops, cursos, treinamentos, especializações entre outros. A condição é que sejam espaços de engajamento por meio de trocas de experiências.

CONTINUAR LENDO

Modalidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Bitnami banner
Bitnami