Tudo o que você precisa saber sobre ensino a distância!

adquirir capacitação técnica nos dias de hoje, mas prezam pela praticidade e controle sobre a própria rotina.
Entretanto, a educação EAD ainda desperta dúvida e carrega muitos mitos, como o peso da formação no currículo. Alguns ainda acreditam que a modalidade não tem credibilidade perante ao mercado de trabalho.
O objetivo deste artigo é apresentar a você, leitor, um compilado de informações sobre os cursos a distância. Confira aqui o que de fato é o EAD, suas vantagens, os desafios, como escolher a melhor instituição e outras questões pertinentes ao assunto. Acompanhe!

O que é EAD?

EAD é uma sigla que se refere ao ensino a distância, uma modalidade de educação em que alunos, professores e tutores estabelecem uma relação de ensino-aprendizagem por meio da tecnologia, em uma plataforma online.
Na educação EAD, todos os envolvidos no processo estão fisicamente separados. Esse modelo de graduação e pós-graduação, que acontece pela internet, está fazendo muito sucesso nos dias atuais.
Parte dessa conquista se deve à maneira inovadora, dinâmica e interativa de educar. Não é preciso estar em uma sala de aula para adquirir novos conhecimentos e competências, basta estar conectado à internet.
A interatividade já faz parte do dia a dia dos indivíduos, tanto no Brasil quanto no mundo, e os usuários já descobriram que seus benefícios vão além da diversão, expandindo seu uso na prestação de serviços por conta da praticidade.
Essa facilidade acabou se refletindo no âmbito educacional. Não que um curso EAD seja mais fácil ou que sua grade seja mais enxuta, porque não é, mas isso na verdade acontece no sentido de poder estudar em uma instituição de ensino renomada no conforto da sua casa, sem a necessidade de mudar de cidade ou sacrificar a sua rotina.

Quais as vantagens da EAD se comparada ao ensino presencial?

Atualmente é possível perceber a popularização do ensino a distância no Brasil. A modalidade está cada vez mais ativa e presente nos currículos dos melhores profissionais do nosso país.
Esse crescimento se deve pelas vantagens da EAD, em relação ao ensino presencial. Além de democratizar o acesso a conteúdos de alta qualidade, já que não existe o impedimento geográfico para ser distribuído, separamos mais alguns pontos relevantes que devem ser considerados em relação aos benefícios desse modelo de educação. Confira!

Flexibilidade

É inegável que o sistema de ensino a distância economiza o tempo e permite uma flexibilização da rotina que os cursos presenciais não conseguem abranger.
Enquanto a formação tradicional exige que o estudante compareça no local das aulas em períodos preestabelecidos, correndo o risco de reprovar caso a carga horária mínima não seja cumprida, o aluno de EAD pode acompanhar os conteúdos em momentos mais adequados do seu dia a dia e no lugar a sua escolha.
A flexibilidade tem impacto direto no rendimento, pois é possível se dedicar aos estudos em ocasiões em que a pessoa apresenta uma maior capacidade de concentração. Enquanto, para alguns, a melhor hora para estudar é no intervalo para o almoço, outros preferem a noite ou a madrugada.

Baixo custo

Geralmente, cursos presenciais apresentam um custo elevado em relação aos valores das mensalidades. Quem trabalha e estuda também precisa se preocupar com transporte e alimentação, o que faz com que muitos deixem o sonho do diploma de graduação ou da pós-graduação de lado.
Felizmente, a mensalidade do ensino EAD tem um valor reduzido e, como já revelado neste artigo, o estudante pode escolher instituições renomadas e até mesmo de outros países que atendam no Brasil, estudando com mais flexibilidade onde quiser e na hora que achar mais apropriada.

Grande número de opções

A alta expansão do ensino a distância no Brasil aumentou a oferta de cursos em uma quantidade bastante expressiva, tanto na graduação, como na pós.
O EAD surgiu timidamente com cursos voltados para as áreas administrativas. Hoje, instituições, como a Unifil, disponibilizam alternativas como:

  • ciências contábeis;
  • letras;
  • teologia;
  • serviço social;
  • gestão ambiental.

Já para a pós-graduação, o profissional pode se capacitar em institutos internacionais, como o Digital Marketing Institute (DMI), que propõe conteúdos em Marketing Digital. Instituições brasileiras também oferecem um grande leque de capacitações, que podem envolver docência, gestão, engenharia e até mesmo assuntos bíblicos. São inúmeras as alternativas.

Desenvolvimento de habilidades em comunicação

Uma das grandes vantagens da educação a distância é que ela pode funcionar como um mecanismo para desenvolver habilidades em comunicação e liderança, muito apreciadas no mercado de trabalho.
Isso porque toda a equipe responsável pelo ensino, no caso os professores e os tutores, estão disponíveis para o aluno na condição de guias e mediadores. O estudante deve ter iniciativa para tirar dúvidas, buscar o suporte necessário e dialogar com seus colegas.
Desenvolver as habilidades em comunicação enquanto estudante geralmente se reflete na postura profissional. Colaboradores que assumem uma postura comunicativa é uma grande qualidade para gestores e recrutadores, aumentando as chances de conquistar melhores cargos.

O diploma de EAD tem validade no mercado?

Sim! O diploma de ensino a distância tem validade no mercado e o mesmo valor que os documentos que certificam a conclusão em opções presenciais. Os cursos ministrados em modalidade EAD são permitidos pela legislação brasileira, o que torna a sua certificação legítima.
Para isso, esse diploma deve ser reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Primeiramente, qualquer instituição que deseja iniciar suas atividades deve abrir um protocolo junto ao órgão.
O objetivo do credenciamento é garantir um ensino de qualidade para os estudantes, concedendo um certificado que seja válido tanto para o mercado de trabalho no geral, como para aprovação em concurso público. Se o aluno ainda está iniciando a vida acadêmica na graduação, também garante o ingresso a cursos de pós-graduação, mestrado ou doutorado.
Para facilitar a compreensão, vamos utilizar um exemplo. Imagine que você tem interesse em cursar Ciências Contábeis, em um bacharelado que tem duração média de 4 anos. Após a conclusão, tenta uma vaga em um concurso público em que é aprovado e convocado.
Ao assumir a vaga, é necessário comprovar títulos. Se você escolheu um curso que não foi reconhecido pelo MEC, o diploma obviamente não trará essa informação. A consequência é a pior possível: você não será efetivado.
A modalidade a distância, em si, não causa nenhuma restrição. Tanto na graduação como na pós-graduação, a certificação do Ministério do Trabalho é fundamental para que esse documento seja válido.

Trabalhar e estudar: é possível com o EAD?

O trabalho em si, pode ser um grande empecilho para quem já atua no mercado, mas deseja estudar. Muitos acabam desanimando quando pensam em esticar sua rotina por mais quatro horas diárias, ou perder o fim de semana de descanso para estudar.
Entretanto, investir em capacitação é fundamental para quem deseja um bom posicionamento no mercado. Felizmente, com o EAD, é totalmente possível adaptar a rotina para estudar com excelência e continuar desempenhando um bom papel na empresa.
Existem algumas atitudes básicas que podem ser realizadas para ajudar na organização da rotina e viabilizar a qualidade na aprendizagem. Elaborar um cronograma de estudos e segui-lo à risca é princípio básico. Contudo, isso não deve ser feito de maneira simples. É preciso também dedicar tempo aos horários de sono, descanso e lazer.
Outra prática importante é estar sempre com o material em mãos ou fazer uso de resenhas e resumos para que as oportunidades de estudo sejam aproveitadas ao máximo.

Como funciona um ambiente virtual de aprendizagem?

O ambiente virtual de aprendizagem, também conhecido como AVA, é um espaço que, por meio de um software, aplicativo ou do próprio site da instituição, possibilita ao aluno:

  • acessar os conteúdos online;
  • interagir com os outros estudantes matriculados;
  • comunicar-se com professores e tutores;
  • acompanhar relatórios de evolução da sua aprendizagem;
  • realizar as atividades programadas;
  • debater ideias com a classe e os mediadores.

O formato do ambiente virtual de aprendizagem, utilizado nos dias de hoje, diminui a distância física entre alunos e professores. Os canais de interação, como chats para troca de mensagem, aproximam a relação e podem até apresentar o mesmo benefício dos cursos presenciais: a prática do networking
Grupos de estudos, chat online, eventos presenciais do polo e as próprias ferramentas oferecidas pela instituição devem ser utilizadas para estabelecer uma boa relação e criar uma rede de contatos. Adicionar os colegas no LinkedIn também é uma ótima opção para desenvolver relações profissionais.

Quais os principais desafios do ensino a distância?

Quando se investe em capacitação, nem tudo são flores. Dedicar um tempo de qualidade para os estudos pode ser desafiador para muitas pessoas. Por isso, apresentamos a seguir uma pequena lista com os principais desafios do ensino a distância e de que forma eles podem ser contornados. Veja!

Disciplina

Um dos motivos para optar por um curso a distância é conseguir conciliar a presença em sala de aula com a rotina de trabalho em horário comercial. Contudo, muitos podem ter dificuldade em manter a disciplina por conta da flexibilidade de horário.
Para resolver esse problema, é necessário criar um cronograma de estudos calculando o tempo livre para não prejudicar outras ações do cotidiano e segui-lo a risca.
Mas precisamos salientar que, quando usamos a tecnologia de maneira correta, ela deixa de ser uma distração e passa a assumir o papel de assistente na hora de manter o foco. Isso porque existem aplicativos que conseguem monitorar a produtividade nos estudos e outros que bloqueiam o que pode deixar o estudante disperso.

Organização

Para que a rotina de estudos citada acima consiga ser cumprida, organização é fundamental. Dividir as tarefas propostas pelo curso e acompanhar o calendário de atividades e entrega de trabalhos são ações que não podem ser esquecidas.
Ao elaborar o cronograma, muitos atentam apenas a separar uma ou duas horas diárias de estudo. O resultado é o acúmulo de matérias e a correria no final de cada ciclo para conseguir entregar as atividades a tempo, sobrecarregando o aluno.
Outro elemento que deve ser considerado são os horários de aula predeterminados e as eventuais idas até o polo presencial. Como as datas são estabelecidas previamente, isso facilita na hora de organizar a sua agenda pessoal.

Autonomia

Um dos grandes desafios no ensino EAD é entender o papel do estudante no processo de ensino-aprendizagem. A interação entre alunos e professores pode ser menos intensa que nos cursos presenciais, exigindo que os indivíduos apresentem autonomia e proatividade.
A verdade é que os conteúdos não podem se resumir unicamente ao que foi ministrado por meio do AVA. É aí que o desafio pode se transformar em uma vantagem.
Utilizar o embasamento teórico para ir atrás de informações complementares em fontes confiáveis, como revistas científicas e sites oficiais, promove uma expansão do conhecimento, permitindo que esse aluno aprenda muito mais.

Tecnologia

A participação expressiva da tecnologia no dia a dia de uma sociedade pode criar a falsa impressão de que não há problemas em interagir com a plataforma da instituição, assim como pessoas que não têm muita facilidade com os aparelhos podem julgar que jamais conseguiriam cursar um EAD.
Contudo, o processo de adaptação a esse sistema não precisa ser complicado. Os polos presenciais podem ajudar nesse treinamento, já que as boas instituições jamais fecham as portas para seus alunos. Não desista da sua formação sem antes buscar por suporte!

Concentração

Pessoas muitos sociáveis e interativas, características muito apreciadas na formação e no mercado de trabalho, também podem ver suas qualidades se transformarem em desafios quando perdem a capacidade de se concentrar.
Desligue o celular, desconecte o Facebook, se necessário tire o telefone da tomada. O momento que você escolhe para se dedicar aos estudos deve ser utilizado somente para essa finalidade.

Como manter a assiduidade no EAD?

A assiduidade no ambiente virtual de aprendizagem compreende leitura, download de materiais, preenchimento das atividades dentro do prazo e entrega de trabalhos. Ou seja, se nos cursos tradicionais as instituições estabelecem uma porcentagem mínima de presença e uma média de notas, no EAD não seria diferente.
Voltamos a bater na tecla da importância da organização e do cronograma para manter o percentual mínimo necessário e assim não precisar repetir nenhuma disciplina. Definir um objetivo a longo prazo também ajuda com questões relacionadas à motivação.

Qual o perfil de alunos de EAD?

Para que o ensino EAD seja bem-sucedido, é necessário que os alunos apresentem um perfil:

  • comprometido: para assistir às aulas, buscar conhecimento além do conteúdo, resolver os exercícios e responder os testes online de forma honesta;
  • focado: o foco é fundamental para alcançar resultados a longo prazo, não permitindo que as distrações externas atrapalhem o rendimento na hora dos estudos;
  • organizado: a falta de controle sobre a rotina pode acarretar a perda de prazos e até mesmo a reprovação;
  • autônomo: para desenvolver um método de estudos próprio;
  • interativo: ter a iniciativa de interagir com colegas e professores é fundamental para extrair o melhor do conteúdo proposto e promover o networking.

É claro que você não precisa desistir da modalidade se julgar que não se encaixa nessas características. O ser humano é resiliente por natureza, podendo se adaptar facilmente a novas situações.
Ser aluno do EAD contribui para despertar o senso de autonomia e liberdade e, uma vez que essas características são despertadas ao escolher uma rotina de educação à distância, elas permanecem com o indivíduo. A grande vantagem é que esses elementos são muito apreciados pelo mercado de trabalho.
O primeiro passo para se ter o perfil ideal é, na realidade, fazer a matrícula. Os estímulos podem chegar com o tempo e você se surpreenderá consigo mesmo. Tente!

O que levar em consideração para encontrar a instituição de EAD ideal?

Ao longo do artigo fizemos vários apontamentos sobre as vantagens do ensino a distância. Falta de tempo e recursos financeiros podem ser um empecilho para quem deseja estudar, mas também consideramos uma grande parcela de interessados nas facilidades dessa modalidade.
Seja qual for o motivo da escolha em uma formação EAD, o processo de optar por uma instituição não deve ser negligenciado. São muitos pontos que devem ser considerados antes de fazer a matrícula.
Veja agora alguns itens que você deve levar em consideração para encontrar uma instituição ideal e ter uma educação de qualidade.

A localização

Embora uma das premissas do EAD seja o fato de que alunos e professores não precisam estar no mesmo espaço físico para que a relação de ensino e aprendizagem aconteça, a localização do polo presencial deve ser avaliada.
Alguns cursos exigem uma quantidade de encontros presenciais durante o tempo de formação, outros apresentam um ensino híbrido, que se trata da junção do método EAD com o presencial.
Verifique onde está localizado o polo, se o curso exige visitas e qual a frequência desses encontros. Observe também se o sistema de acesso virtual oferece as condições necessárias para que você consiga seguir o plano de estudos com eficiência.

O corpo docente

Um dos elementos que determinam a qualidade de um curso trata-se da capacitação de professores e demais profissionais envolvidos no ensino. Na educação a distância, as orientações sobre as disciplinas são concedidas pelo professor ou tutor.
Existe uma diferença entre esses dois educadores. Enquanto o professor estabelece os conteúdos que serão aprendidos e eventualmente acompanha os alunos, o tutor é aquele que efetivamente faz o acompanhamento, sanando as possíveis dúvidas.
É comum que as instituições forneçam uma relação com o nome e formação desses profissionais em seu próprio site. Por meio dessa lista, é possível pesquisar sobre toda a formação e experiência desses indivíduos na plataforma CNPQ.

A credibilidade

O credenciamento ao MEC não pode ser ignorado, haja vista que esse é um fator determinante para que o diploma seja válido para atuar profissionalmente.
É importante saber que a autorização é concedida para o curso, e não para a instituição. Portanto, na hora de verificar se o certificado obedece às determinações legais, é preciso pesquisar sobre os cursos autorizados no site do próprio ministério.
O Ministério da Educação verifica a titulação do corpo docente, os recursos pedagógicos e o desempenho dos alunos, concedendo notas de 1 a 5 para cada quesito avaliado. Você pode verificar a classificação do curso desejado no portal do MEC, na aba “Consulta Avançada”.

O apoio ao estudante

A ideia de que alunos de educação a distância são estudantes desamparados está totalmente equivocada. Boas instituições oferecem um suporte adequado ao estudante. Nesse contexto, busque por um sistema eficiente que permita sanar dúvidas.
Os questionamentos a respeito do conteúdo aplicado ou funcionamento do centro de ensino devem ser respondidos com eficiência, atenção e objetividade. Observe como funciona esse atendimento, se é feito por chat ou por e-mail e procure opiniões de quem já estudou nesse local.
É importante frisar que quando um aluno de graduação e pós presenciais precisa tirar algumas dúvidas relativas à matrícula ou à reposição, existe uma secretaria para atendê-lo. O mesmo pode acontecer com quem optou pela modalidade a distância. Verifique os canais de comunicação e o acesso ao polo presencial.

O custo

Se você optou pelo ensino a distância por questões de tempo e mensalidade, esse é um ponto que não pode ser ignorado.
Não se esqueça de dar uma atenção especial aos custos de matrícula e possíveis taxas extras. Algumas instituições mantêm uma política de pagamento antecipado integral da primeira mensalidade. Fique atento!

A reputação

Se tem alguém que conhece bem todos os requisitos necessários para que um curso possa ser ofertado, essa pessoa é quem se dispõe a oferecer a graduação, pós, técnicos ou cursos livres a distância.
Analise todas as questões relatadas neste artigo, utilize o Google e as redes sociais como fontes de pesquisa, buscando por informações na opinião do público e sites confiáveis, como o do próprio Ministério da Educação. Dessa forma, é possível fazer uma escolha mais segura, afinal, a formação é um investimento a longo prazo e você merece o melhor!
A formação é um investimento intelectual e de tempo. A decisão de se capacitar exige que uma parte da sua vida seja dedicada a isso e a escolha pelo ensino a distância pode equilibrar o conhecimento com a rotina e as experiências de trabalho necessárias.
Esperamos que este artigo tenha ajudado, mas continuamos interessados em fornecer as melhores informações para que você seja um profissional cada vez mais conceituado no mercado. Siga agora mesmo a Alumia nas redes sociais e fique por dentro do nosso conteúdo! Estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn.

No Comments

Post A Comment