Marketing de busca: como escolher as melhores palavras-chave para uma estratégia

Quando uma pessoa quer saber sobre alguma coisa ou quer realizar uma compra, qual é a sua primeira atitude? Se você respondeu que é pesquisar na internet, a resposta está correta. Hoje em dia, o acesso às redes se tornou uma realidade cada vez mais comum na vida dos brasileiros — para ler, ouvir música, acessar notícias, consumir vídeos ou fazer compras. Se é fato de que toda compra online se inicia com uma pesquisa na internet, nada mais justo do que investir em marketing de busca. Você conhece essa estratégia?

Neste artigo vamos explicar mais sobre esse assunto, destacar a importância das palavras-chave dentro de uma estratégia de marketing e ainda dar dicas de como definir os melhores termos de busca. Ficou interessado? Então continue a leitura!

O que é marketing de busca?

O marketing de busca também é conhecido pela sigla SEM (Search Engine Marketing), sendo um segmento dentro do marketing digital que tem como objetivo criar estratégias de conteúdo para as principais ferramentas de busca — dentre as quais se destaca o Google. Além disso, o marketing de busca também auxilia e-commerces na construção de anúncios em plataformas comparadores de preço como Buscapé, Zoom e Google Shopping.

A ideia de usar o SEM em uma estratégia de marketing digital é gerar mais tráfego qualificado para o site de uma empresa, utilizando, para isso, a maior exposição da marca. Por essa razão, é fundamental que os responsáveis pelo marketing de uma empresa conheçam o termo a fundo e incluam-no na estratégia de vendas — caso contrário, poderão perder grandes oportunidades de alcance da marca, principalmente no momento em que um potencial cliente está em busca de um produto ou uma solução.

De uma forma geral, podemos dizer que o marketing de busca é dividido em dois segmentos: um deles mais direcionados aos resultados orgânicos (SEO) e outro aos resultados pagos. Conheça cada um deles a seguir!

SEO

SEO — Search Engine Optimization — significa a otimização de uma página ou site para os mecanismos de busca. Essa estratégia corresponde a uma parte do marketing de busca que tem como objetivo melhorar os resultados orgânicos — aqueles espontâneos — de uma página. Para isso, baseia-se em três pilares básicos: tecnologia, relevância e conteúdo.

A tecnologia corresponde às questões técnicas de um site. A relevância diz respeito ao quanto o site é útil para os usuários que nele navegam — ou seja, se o site resolve o problema do leitor naquele momento. Já o conteúdo está relacionado ao objetivo maior das buscas orgânicas. Ele precisa estar alinhado às buscas dos usuários para que aumente a relevância do site.

Links patrocinados

Enquanto as estratégias de SEO apresentam resultados a médio e longo prazos, as ferramentas de links patrocinados proporcionam às empresas de todos os tamanhos a exibição de anúncios na primeira página dos buscadores.

Mesmo identificados como mídia paga, os resultados dessa estratégia são muito positivos. Para que cumpra com o seu objetivo, é fundamental definir as palavras-chave certas. No sistema — que funciona como um leilão —, sai na frente a empresa que investe na qualidade dos termos de busca e no valor a ser pago por clique (CPC).

Qual é a importância da palavra-chave?

De forma geral, as palavras-chave são as principais formas de buscar algum conteúdo na internet. Assim, os usuários utilizam esses termos para solucionar dúvidas ou resolver seus problemas.

No entanto, para os profissionais de marketing, uma palavra-chave é o termo que direciona a produção de conteúdo e os anúncios em mídia paga. Por essa razão, quando se define uma palavra-chave, o profissional deixa claro para os mecanismos de busca que o conteúdo em questão se trata desse termo.

Se os conceitos de marketing de busca forem aplicados corretamente, esse conteúdo será exibido de forma direcionada para a pessoa que fez a pesquisa. Para uma empresa, isso significa a possibilidade de ser encontrada, lida e de gerar mais conversões para o produto ou a solução.

Como definir as melhores palavras-chave?

Antes de definir quais são as palavras-chave mais adequadas para a estratégia de marketing, é preciso ter em mente que existem dois tipos, e cada um deles deve ser usado em um momento da estratégia.

O primeiro tipo são as head tail (cauda curta). São palavras-chave menores, normalmente com até 2 termos e que representa, de modo geral, o negócio de uma empresa. Essas palavras têm um alto volume de buscas, mas também são mais concorridas. Por tal razão, são mais utilizadas no início da jornada de compras — quando o cliente ainda está descobrindo o problema.

As long tail são palavras-chave formadas por frases que representam de forma mais fiel a busca realizada pelo usuário na rede. Se por um lado o volume de buscas é menor, por outro os usuários que chegam ao conteúdo por meio das palavras-chave long tail são mais qualificados, ou seja, estão mais dispostos a comprar um produto ou uma solução.

Para auxiliar na definição de palavras-chave, existem algumas ferramentas disponíveis no mercado. Algumas das principais estão listadas a seguir.

  • Google Keyword Planner: ideal para criar campanhas otimizadas para mecanismos de links patrocinados e fornecer diagnóstico da estratégia utilizada.
  • SEMrush: fornece dados precisos sobre a navegação, tráfego, palavras-chave do blog e um relatório de tendências, indicando os melhores caminhos.
  • Keywordtool.io: utilizado para analisar o recurso de autocompletar do Google. É ideal para ter ideias de novas palavras-chave.
  • Google Trends: auxilia na descoberta de pesquisas relacionadas ao termo buscado.
  • Ubersuggest: ferramenta gratuita para obter palavras-chave a partir de um termo de pesquisa.

Quais são as melhores dicas para utilizar o marketing de busca?

Depois de saber como definir as melhores palavras-chave, é hora de colocar o marketing de busca em prática e apostar em algumas estratégias para melhorar os resultados a partir desses termos. Confira algumas dicas para ter uma estratégia de marketing efetiva!

Conheça a persona

Na hora de produzir um conteúdo, é preciso ter em mente quem é o seu leitor. Por isso, o ideal é criar uma persona, ou seja, aquele perfil que representa o seu leitor ideal. Dessa forma o conteúdo pode ser direcionado exatamente para quem busca por ele. Depois de identificar quem é a persona, tente pensar de que forma ela procuraria um conteúdo na internet e responda às suas dúvidas.

Tenha um objetivo para a estratégia

O objetivo da estratégia é um dos passos iniciais na hora de investir no marketing de busca, pois ele será o guia para todas as suas atitudes — vender, aumentar a conversão ou mesmo as visitas orgânicas em um site. É a partir dessa etapa que o seu conteúdo deve se desenvolver.

Faça uma pesquisa de concorrentes

Se os seus concorrentes investem em estratégias de marketing de busca, é preciso analisar como eles estão utilizando as palavras-chave e os seus resultados. Não significa copiar, mas entender como funciona o mercado na sua área de atuação.

Como vimos, o marketing de busca é uma das grandes tendências do mercado digital, por isso, as empresas estão cada vez mais de olho nesses profissionais. Se você quer seguir nessa carreira,  estar preparado para aplicar o conhecimento de marketing de busca nos negócios é fundamental.

Gostou desse conteúdo? Se você quer ter acesso a dicas exclusivas como essas, não deixe de assinar a nossa newsletter!

No Comments

Post A Comment