O que é mestrado e quais os tipos de cursos oferecidos?

Você terminou a graduação e sabe que a formação continuada é a melhor alternativa para conquistar uma boa posição no mercado de trabalho, certo? Você já pensou em seguir a carreira acadêmica ou estudar no exterior? Já se informou sobre o que é mestrado e as possibilidades de alcançar esses objetivos?

Essa modalidade acadêmica é o início de uma vida intelectual de alto nível e pode ser realizada até mesmo fora do país.

Neste artigo você vai descobrir como ingressar nesse curso, as vantagens, as áreas de estudo e os tipos de mestrado. Continue a leitura e saiba mais!

O que é mestrado?

O mestrado ou mestrado acadêmico é uma modalidade de ensino que tem como objetivo a formação de professores universitários e pesquisadores — os famosos cientistas. Quando uma pessoa pesquisa qual especialização pode seguir, depara-se com as modalidades Lato Sensu e Stricto Sensu.
A formação se enquadra na categoria Stricto Sensu, do latim, “sentido estrito”. Quem deseja seguir a carreira acadêmica e dar aulas em cursos de graduação e pós-graduação deve concluir essa importante etapa.
Já os cursos Lato Sensu, como os MBAs, são destinados a pessoas que desejam adquirir competências específicas e precisam engrossar o currículo para garantir um melhor posicionamento no mercado de trabalho.
Tão importante quanto saber o que é mestrado é entender o que vem depois dele. Você pode investir no doutorado e por fim, no pós doc. Quanto maior for o seu nível de instrução, mais você terá produzido. Isso faz com que seu nome se torne referência dentro da área de pesquisa escolhida e aumenta a sua pontuação em eventuais concursos públicos.

Como o mestrado funciona?

O mestrado tem duração de média de 2 anos e exige do aluno mais disciplina e dedicação fora da sala de aula do que dentro do espaço universitário em si. O futuro mestre deve manter o foco em ler, pesquisar, participar de eventos acadêmicos e, é claro, escrever a sua tese.
Para ingressar no curso, o primeiro passo é o interessado ter ciência sobre o que é mestrado e saber que assumi-lo é uma responsabilidade muito grande. É preciso definir um tema a ser pesquisado e buscar, em fontes confiáveis, se a pesquisa já não foi realizada.
Caso já existam dados nessa área, você deve buscar uma alternativa dentro dessa temática, mas que seja inédita ou ainda seja um campo relativamente novo e pouco estudado.
Depois de definir a linha de pesquisa, é hora de buscar uma universidade que trabalhe com essa temática e entrar em contato com os possíveis orientadores que trabalhem com essa linha de pesquisa — para que você possa fazer um pré-projeto e se preparar para o processo seletivo. Esse processo geralmente engloba:

  • análise do currículo lattes, publicado na plataforma CNPq;
  • prova de conhecimentos gerais;
  • prova de conhecimentos específicos;
  • entrevista;
  • apresentação do projeto de pesquisa — o pré-projeto que foi mencionado anteriormente.

Para ter um currículo de destaque, a participação durante a graduação deve ser ativa. Um projeto de iniciação científica ou a publicação de um artigo em uma revista também científica já conta muitos pontos durante a seletiva.
Durante as aulas, é preciso cumprir uma carga horária obrigatória e cursar disciplinas optativas, elaborar a dissertação com os resultados da pesquisa desenvolvida e apresentá-la para uma banca examinadora. Caso aprovado, o aluno recebe o título de mestre e já pode lecionar em faculdades.

Bolsas de estudo

Os estudos científicos são bastante valorizados, e por isso existem diversos incentivos concedidos aos estudantes.
As bolsas de estudo para mestrado e doutorado no Brasil são concedidas pela plataforma CNPQ, pela CAPES ou por fundações estaduais, como a Fundação Araucária, no Paraná. Cada entidade tem a sua própria forma de seleção de bolsista, e vale a pena conferir cada uma delas.
Se você deseja ir além e estudar no exterior, é possível conferir os programas próprios das universidades, como a University of British Columbia, no Canadá.

Que tipos de mestrado é possível fazer?

Se você está interessado no futuro e estuda a possibilidade de fazer um mestrado, saiba que além do mestrado acadêmico existem mais 3 possibilidades para conquistar o título de mestre. Conheça cada um delas:

Mestrado profissional

Se o mestrado acadêmico é voltado para aqueles que desejam seguir a carreira acadêmica e lecionar nas faculdades, também existe uma categoria que direciona os indivíduos para o mercado de trabalho.
A modalidade é recente e foi regulamentada em 2009. Em virtude disso, pode ser um pouco mais difícil encontrar esses cursos por aí.
Focado na qualificação profissional, esse mestrado é ideal para aqueles que não têm pretensão de abandonar a sua atual carreira dentro de empresas e indústrias.
Geralmente a duração é igual à do mestrado acadêmico e costuma ser um curso menos teórico, mas que ao final concede o título de mestre ao aluno, sem nenhuma diferenciação.

Mestrado a distância

Assim como os cursos Lato Sensu a distância reconhecidos pelo MEC, há também os Stricto Sensu, autorizados pelo ministério e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (CAPES).
Nessa modalidade, a universidade pode se localizar no Brasil ou no exterior, e mais do que nunca é recomendável pesquisar minuciosamente sobre o curso antes da matrícula para não correr o risco de fazer um MBA divulgado como mestrado.

Mestrado sanduíche

O mestrado sanduíche é um programa oferecido pela CAPES, que tem como intuito estimular a parceria acadêmica e o intercâmbio entre as nações, em que o aluno cursa um período da sua pós stricto sensu em outro país.
O processo pode ser facilitado caso a instituição já tenha a parceria firmada em outros países. Caso não tenha, é de interesse do aluno buscar uma entidade que aceite estudantes brasileiros.

Quais áreas é possível estudar?

Assim como a graduação, você pode investir nas áreas de humanas, biológicas e saúde ou exatas.
É importante frisar que a área não precisa, necessariamente, ser a mesma que você escolheu para na graduação. Caso você tenha se formado em Educação Física, por exemplo, pode fazer um mestrado em Matemática e desenvolver um projeto em escolas para medir os impactos do exercício físico no raciocínio lógico em crianças, investigando o desempenho de alunos que praticam esportes na disciplina de Matemática.

Quais são os benefícios de um mestrado?

Enquanto você descobria o que é mestrado, certamente concluiu que é uma opção de bastante relevância para a sua carreira, certo? Se ainda está em dúvidas, separamos alguns benefícios para que você não perca mais tempo e comece a pesquisar as oportunidades agora mesmo:

  • você cresce profissionalmente;
  • você pode virar autoridade no assunto que propõe a pesquisar;
  • você pode fazer grandes descobertas para a sociedade;
  • você pode seguir carreira acadêmica, dar palestras ou ministrar cursos pelo Brasil e pelo mundo;
  • você pode conseguir as melhores oportunidades no mercado de trabalho;
  • você pontua mais em concursos públicos;
  • quanto mais títulos você tem, maior é o seu salário.

Agora que você já sabe o que é mestrado e quais são os benefícios para a sua carreira, está esperando o que para procurar uma boa universidade, analisar as linhas de pesquisa e entrar em contato com o seu futuro professor-orientador?
Se você quer continuar por dentro das melhores dicas para o seu futuro profissional, siga nosso perfil no Facebook e confira o nosso conteúdo!

No Comments

Post A Comment