Neurocoaching: Por que procurar uma especialização?

neurocoaching

COMPARTILHE!

Recentemente, a regulamentação dos profissionais de coaching foi colocada em pauta pelo Senado Federal. Entretanto, mesmo sem uma decisão por parte dos governantes, o fato é que o número de profissionais em busca de uma especialização nesta área não diminuiu. Por isso, dentro do universo de coaching, uma das principais especialidades é o neurocoaching.

Neste artigo, iremos explicar sobre como é o funcionamento desta metodologia, apresentar seus benefícios e ferramentas. Vamos lá!

O que é neurocoaching?

O neurocoaching é um processo baseado em duas áreas da neurociência: cognitiva e a comportamental. Além disso, a neurociência cognitiva estuda os fenômenos ligados ao aprendizado, memória e raciocínio. Já a neurociência comportamental tem o seu foco na compreensão das emoções, pensamentos e influências que podem interferir nas atitudes do indivíduo com o ele próprio e com os outros.

Portanto, a diferença para o método de coaching tradicional é que todos os questionamentos feitos durante a sessão se baseiam em aspectos da neurociência. Dessa forma, o intuito destas questões é promover o aumento das capacidades cognitivas, criativas, emocionais e racionais do indivíduo. 

Como acontece o processo de neurocoaching?

No caso do neurocoaching, o coach (profissional) durante a sessão realiza um estímulo para gerar insights e lembranças, além de despertar as informações adormecidas no inconsciente do coachee (indivíduo). 

CONTINUAR LENDO

Especialidades

neurocoaching

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *